Qual porcentagem a Uber cobra dos motoristas?

Porcentagem Uber

Está pensando em se tornar um motorista Uber e quer saber qual porcentagem a empresa cobra em cima de cada viagem? Ou você já é um e quer saber se o que eles estão cobrando realmente está certo? Essa é uma dúvida cada vez mais comum, principalmente após o anúncio de uma mudança drástica na forma como ela recolhe essa taxa.

Antigamente, era descontado um valor de 25% em cima de cada viagem feita no Uber X e de 20% no Uber Black. Além da porcentagem, a empresa também cobrava valores maiores por fora, mas estes eram (e continuam) sendo repassados exclusivamente aos passageiros e, ao contrário do que muitos pensavam, as taxas de 20% e 25% continuavam as mesmas, ou seja, os motoristas não eram lesados financeiramente.

A nova porcentagem Uber

Atualmente, a porcentagem que a Uber cobra dos motoristas em cima de cada viagem varia entre 1 a 40%. Aparentemente esse novo valor parece ser muito maior do que os antigos 25%, certo? Aparentemente sim, mas a verdade é que esse sistema de porcentagens variáveis não afetarão os ganhos de nenhum motorista negativamente.

Segundo a empresa, essa mudança permitiu que o faturamento de ambos os lados aumentasse, porém ela não mencionou detalhes mais profundos sobre como esses cálculos são feitos. Obviamente, ninguém ficou contente com isso, muito menos a gente, e por essa razão fomos em busca de mais informações para elucidar essa questão.

Ao que tudo indica o novo método funciona da seguinte forma: se um passageiro solicitar uma viagem e ela custar R$ 40, por exemplo, esse será o valor fixado. Suponhamos que o sistema calcule que o motorista fará um trajeto de 15 quilômetros em 30 minutos e receberá R$ 30, então neste caso a Uber ficará com os outros R$ 10.

Agora, se o motorista fizer um trajeto maior e o sistema calcular que ele deverá receber R$ 35, a Uber ficará com somente R$ 5, pois o valor de R$ 40 cobrado inicialmente ao passageiro permanecerá fixo. Sendo assim, a variação de porcentagem serve justamente para fazer um equilíbrio entre os ganhos da empresa e seus parceiros.

Por outro lado, se o motorista fizer um trajeto mais curto do que o que foi calculado inicialmente pelo sistema, ao invés de ganhar R$ 30 ele receberá a penas R$ 25. Neste caso, a Uber ficará com R$ 15, pois os R$ 40 que foram cobrados do passageiro continuarão fixos. Logicamente, esses valores são fictícios, porém representam bem como funciona essa variação de 1 a 40%.

Leave a Reply